Encerramento da 13ª edição do Movimento Você e a Paz.-19 dezembro 2010 Salvador BA

Encerramento da 13ª edição do Movimento Você e a Paz.-19 dezembro 2010 Salvador BA

image010.jpg

Texto e fotos recebidos em email de Jorge Moehlecke

Na praça do Campo Grande em Salvador/BA aconteceu o encerramento da 13ª edição do Movimento Você e a Paz. O momento se revestiu de grande significado. O público calculado em cerca de trinta mil pessoas participou ativamente. Os presentes vibravam e aplaudiam cada momento. Um grandioso espetáculo em prol da paz, da não violência. A parte artística, composta de conjuntos musicais, causou impacto, foram ovacionados. Encerrando o momento de arte, o cantor e compositor Nando Cordel encantou e fez com que a emoção brotasse nos sentimentos de todos os presentes.

Personalidades, físicas e jurídicas, que se destacam em favor da paz no mundo, foram agraciadas com o Troféu e Diploma Você e a Paz, uma láurea instituída pela Mansão do Caminho no ano de 2000. São três segmentos destacados. A pessoa que se doa, a instituição que faz e a empresa que viabiliza. Os agraciados no ano de 2010 foram: CEBRAPAZ (Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos que Lutam pela Paz); Fundação Arte de Viver; Escola Picolino de Artes do Circo; e o ator Renato Prieto, que desempenhou o papel de André Luiz do Filme Nosso Lar.

Os oradores, Rute Brasil Mesquita, Deputado Luiz Bassuma e Marcel Mariano, focaram seus discursos no patamar em que humanidade ainda se encontra, agressiva, violenta. Apesar desta constatação, os atos violentos não são compactuados pela maioria, destacaram. O homem, embora ainda não conseguindo desarmar-se e praticar a não violência, tem alcançado, com grande esforço, construir na sua intimidade a paz, pacificando-se para tornar-se um pacificador, como tantos vultos da humanidade e do Brasil lograram alcançar. A paz é possível, foi o grande enfoque abordado nas oratórias. Cada um pode, por sua vez, atuar na promoção da paz, primeiramente consigo, e após com o próximo, agindo com respeito, concedendo o perdão e amando incondicionalmente.

Divaldo Pereira Franco, um arauto da paz, detentor de enorme bagagem em prol da paz e da não violência, educador por excelência, historiando a trajetória de violência da humanidade, afirmou que as conclusões são as mais lamentáveis possíveis. A falta de educação, os lares que foram destruídos, a desintegração da família em nome do modernismo, a exaustão das funções sexuais, que para poder prosseguir na sua libido, necessitam do auxílio de substâncias químicas, as injustiças sociais, a impunidade, são algumas das causas de aflições, geradoras de violências praticadas pela criatura humana.

A solução encontra-se em uma assertiva do eminente filósofo francês Allan Kardec, onde assevera que a educação é a única solução para o problema do materialismo e da iniquidade, não a educação formal, dos livros, a curricular, mas a educação dos sentimentos morais, com valores éticos.

O arauto da paz destacou os feitos de várias personalidades na construção da paz permanente, isto é, a paz íntima que se exterioriza em ações pacificadoras. Ilustrou, com fatos, que a paz é plenamente possível. Na sua magistral oratória, e apoiado em ações, Divaldo demonstrou que todos são capazes de implementar a paz, modificando paulatinamente a estrutura psicossocial da humanidade através de ações educativas e dignificadoras da criatura humana.

A violência morre no algodão da compaixão, ela silencia a sua voz no silêncio grandioso do amor, da ternura, da solidariedade, sentenciou o querido orador baiano. Para sermos realmente pessoas de paz é necessário recordar as palavras do Profeta Elias, o fruto da justiça é a paz.

É necessário que construamos um grupo de ativista do amor e que exerçamos ações em nome desse amor, em prol da paz. O amor é o nosso grande desafio, é um convite da vida para aqueles que amam. Que amem mais e não tenham vergonha de proceder bem, como foi versado pelo insigne Rui Barbosa. A criatura humana é investimento de Deus. A paz é possível quando o homem tornar-se pacífico e consequentemente ser pacificador, finalizou.

Com a emoção aflorada, a grande massa presente, em uníssono, cantou a canção Paz pela Paz, capitaneada por Nando Cordel, o autor e Divaldo Franco. Os aplausos foram ensurdecedores. As pessoas abraçavam-se na praça. Estava encerrada, magistralmente, a 13ª edição do Movimento Você e a Paz. Estavam presentes os representantes da Suiça, do Paraguai, do Canadá e de diversos estados e cidades brasileiras.

TEXTO PAULO SALERNO.

UM FELIZ NATAL A TODOS.

Jorge Moehlecke
Dados obtidos em http://ismaelgobbo.blogspot.com/2010/12/encerramento-da-13-edicao-do-movimento.html






Anúncios

Um comentário em “Encerramento da 13ª edição do Movimento Você e a Paz.-19 dezembro 2010 Salvador BA

  1. Ficou ótimo Prieto!
    O evento foi muito bonito.

    Espero que possamos estar juntos no Você e a Paz 2011 com Divaldo Franco.

    Abraços,

    Lucas Milagre

    Curtir

Os comentários estão encerrados.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: