Nave de Prata – Renato Prieto narra o release de apresentação da banda

Texto narrado pelo ator e diretor Renato Prieto (Protagonista do filme Nosso Lar), grande amigo e incentivador da Nave!
Música: Nova Direção de Igor Sebastian, do CD Nave de Prata – A Nova Era.

A Nave de Prata começou sua viagem em 2004. A ideia inicial foi do vocalista e baixista Igor Sebastian. Ele propôs a Heitor Mendes, então colega de Igor no ensino médio, a formação de uma banda com sons inspirados pelo Clube da Esquina, Lô Borges, Milton Nascimento, Flávio Venturini, a legendária banda de rock progressivo O Terço e, principalmente, a banda 14 Bis. O nome do projeto veio fácil e não poderia ser mais significativo: Nave de Prata, canção composta pelo reverenciado músico e arranjador Vermelho, do 14 Bis.

Em 2005, junta-se à nave Renan Hubner no comando dos violões. No entanto, como acontece com quase toda banda iniciante, faltava um baterista. Também em 2005, Igor Sebastian convida Felipe Parpinelli — um grande amigo que foi lembrado por intermédio de seus primos — para assumir a bateria. A Nave estava, finalmente, completa e pronta para seus primeiros vôos.
Em 25 de junho de 2005 o projeto sai oficialmente do papel e realiza seu primeiro show. A partir de então a Nave não parou mais.

As primeiras composições “oficiais” da Nave são fruto da parceria entre Igor Sebastian e Rafael Barreto: Nossa Voz, Coisas Naturais e A verdade e o Futuro. Com o decorrer do tempo, as composições começaram a acontecer com mais fluidez e as melodias e letras pareciam se encaixar com mais facilidade. Surgem então as canções Objetos Luminosos e Quero ter de Volta. Já Viajantes, Rosa dos Ventos e a A tempestade vêm mais tarde, fruto da parceira entre Igor Sebastian e Renan Hubner.

No ano de 2008 a Nave de Prata iniciou a gravação do seu primeiro CD, A Nova Era, com a produção do músico multi-midia Ralph Canetti. Mas o ano não terminaria sem uma grata surpresa do destino…

Tuca Oliveira, jovem músico e compositor, e Igor Sebastian se conheceram via Internet — Tuca andava à procura de novos desafios para sua carreira musical. A Nave, por sua vez, sentia a necessidade de ter um tecladista para dividir as hamonias com o guitarra Heitor Mendes. Juntando o acaso à química musical intensa que se formou entre Tuca Oliveira e a Nave, a banda finalmente se completou com este mineiro de intenso talento. Tuca Oliveira participa da gravação do CD e compõe a excelente balada Viajante Solitário com Igor Sebastian. No final de 2008, Tuca Oliveira muda-se para o Rio de Janeiro. Dizem que o destino possui um humor muito peculiar: a formação completa da Nave acabou constituída por quatro cariocas e um mineiro; a da banda 14 Bis, inspiração primordial da Nave, por quatro mineiros e um carioca.

O CD A Nova Era foi lançado em 2009, com participações especiais de Sérgio Magrão e Cláudio Venturini (do 14 Bis), de Ralph Canetti e com a participação do ator e cantor Evandro Mesquita na composição da música O Segredo.

Em 2010, a Nave abriu diversos shows do 14 Bis em teatros renomados do Rio de Janeiro, tais como o Carlos Gomes e a Lonas Culturais do Rio de Janeiro.
A banda se apresenta com frequência pelo Brasil e participa periodicamente de programas de TV e de rádio, além de obter excelente repercussão na internet. A canção Viajante Solitário, por exemplo, já conta com mais de 40 mil acessos no YouTube.
A Nave de Prata tem a cara da geração com a qual todos sonhamos, e todos temos certeza que essa história está apenas começando. Como o músico Vermelho mesmo disse: “Essa Nave decola fácil…”

Anúncios